A Doutrina do Magistrado Civil

[Por: Martinho Lutero]

“…Desta maneira usaram a espada todos os santos desde o início do mundo, Adão e seus descendentes. Foi assim que Abraão a usou quando salvou o sobrinho Ló, vencendo os quatro reis, (Gn 14.15), apesar de ser um homem completamente evangélico. Assim também Samuel, o santo profeta, derrotou o rei Agague, (sc. 1 Sm 15.33) e Elias, os profetas de baal, (sc. 1Rs 18.40). Da mesma maneira usaram da espada Moisés, Josué, os filhos de Israel, Sansão, Davi e todos os reis e príncipes do Antigo Testamento; também Daniel e seus companheiros Hananias, Azarias e Misael na Babilônia, idem José no Egito, etc. Se, porém, alguém quisesse argumentar que o Antigo Testamento foi abolido e que não vale mais e que por isso não se poderia mais apresentar tais exemplos aos cristãos, eu respondo: Não é assim. Pois S.Paulo diz em 1 Co 10:3: “Comeram o mesmo manjar espiritual e beberam a mesma bebida espiritual da rocha, que é Cristo, como nós“. Isso significa que tiveram o mesmo Espírito e fé em Cristo que nós temos e foram cristãos assim como nós. O que, pois, foi correto para eles, é também correto para todos os cristãos desde o princípio até o fim do mundo. Pois a época e o modo exterior de viver não faz diferença entre os cristãos.”…
___________________________________________________________________
Martinho Lutero – Obras Selecionadas – vol. 6 (Ética: Fundamentação da Ética Política, Governo, Guerra dos Camponeses, Guerra Contra os Turcos, Paz Social.) – p. 90-91, Editora Sinodal, Concórdia Editora LTDA.
Fonte: Bruno E Jucy Dias (Facebook)