Negue-se a si mesmo!

[Por: Jeremiah Burroughs]

“…’Negue-se a si mesmo!‘- Ser cristão é custoso. Qualquer cristão que disser algo em contrário não está dizendo a verdade. Jesus foi incisivo com respeito a isso: “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, esse a salvará” (Lc 9:23,24). É o próprio Jesus que ensina ‘os cristãos como se negarem a si mesmos’. Ele os ensina que não merecem a atenção de Deus, que merecem nada menos do que a ira de Deus contra seus pecados e que não conseguem realizar nada sem Sua ajuda. Quando as coisas que lhes trazem gozo são tiradas eles percebem que não têm direito a coisa alguma vinda de Deus, porque fazem tão pouco para Ele. Cristo lhes ensina que são pecaminosos que por certo estragarão as boas coisas que Ele lhes dá, e embora possa abençoá-los e capacitá-los a usarem bem essas coisas, se os abandonar com toda certeza as usarão mal. Ele os ensina que se morrerem, o trabalho que estão fazendo não se desmoronará. Deus pode facilmente indicar outros para assumirem seus lugares. Entender essas coisas é o que significa negar a nós mesmos. Deveríamos tentar, com afinco, perceber quão insignificante somos. Então cada problema parecerá pequeno a cada bênção grande.”…
___________________________________________________________________
Jeremiah Burroughs – The Rare Jewel of Christian Contentment, (Aprendendo a estar contente) p. 27-28
Fonte: Bruno E Jucy Dias (Facebook)
Outras Obras – AQUI