Consequências de um novo nascimento

[Por: John Bunyan]

Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus”. (Jo 1:13)

“…Necessito dar algumas consequências de um novo nascimento.

Primeiro de tudo, se sabe, que um bebê chorará tão logo chegue ao mundo. Porque se não há choro, entende-se que ele está morto. Os que são nascidos de Deus, cristãos, se não choram, não tem vida espiritual. Se forem nascidos de Deus, choram; tão logo que são levantados da prisão obscura do pecado, não há nada mais a fazer senão chorar a Deus, “que preciso fazer para ser salvo?” Tão logo que Deus tocou no carcereiro, ele clama: “que é necessário que eu faça para me salvar?” Quantos cristãos professos há por aí que nunca clamam? Os negócios não deixam orar, as diversões não deixam orar, mas se nascesse de novo clamariam.

Segundo, não somente é natural que um bebê chore, mas deve também desejar o leite, não pode viver sem ele; então Pedro tem um comprovante verdadeiro de um recém-nascido; ele deseja o leite não adulterado da Palavra de Deus para que cresça. Se for nascido de Deus há de manifestar o desejo pelo leite espiritual de Deus. Deseja o leite das promessas? Um homem vive de uma forma quando está no mundo e de outra quando é trazido a Jesus Cristo (Is 66:11) “Para que mameis, e vos farteis dos peitos das suas consolações”.

Se for nascido de novo, não há nada que o satisfaça até que o leite da Palavra de Deus chegue a sua alma. (Is 66:11) “Para que mameis, e vos farteis dos peitos das suas consolações”. Que é uma promessa para um homem carnal? Uma casa de prostitutas é mais doce para ele; mas se é nascido de Deus não pode viver sem o leite da Palavra de Deus. Que é o leite materno para um cavalo? Mas que é para uma mulher? Dá consolo noite e dia, dá socorro noite e dia. E que coisa lamentável é os que resistem a isso. Fazer caso das coisas celestiais, diz o homem carnal, é vaidade; mas para um filho de Deus, este é o seu consolo.

Terceiro, um recém-nascido não tem outras formas de mantê-lo aquecido além das que tinha dentro do ventre de sua mãe, senão morreria. Há de ter algo para mantê-lo vivo; Cristo tem consolo preparado por Ele; assim os que são nascidos de novo hão de ter alguma promessa dEle para manter-se vivos.

Os que estão em um estado carnal, se consolam, se aquecem com outras coisas; mas os que são nascidos de novo não podem viver sem alguma promessa de Cristo para manter-se vivos.

E quando as mulheres estão esperando seus bebês, que coisas tão finas elas preparam! E coisas tão finas Cristo tem preparado para envolver todos os que são nascidos de novo! Para que todos os que são nascidos de novo sejam envolvidos de ouro! As mulheres vestem seus filhos para que todos vejam o quão bonitos estão, assim é em Ezequiel 16:11,  “E te enfeitei com adornos, e te pus braceletes nas mãos e um colar ao redor do teu pescoço. E te pus um pendente na testa, e brincos nas orelhas, e uma coroa de glória na cabeça”. E Ele disse no versículo 13, “e foste próspera, até chegares a realeza”. Isto não é um modo de fixar nenhuma meta sem a justiça de Cristo.

Quarto, um filho quando está sob os cuidados de sua mãe ela terá prazer em ter o que será para consolo do seu filho; assim é com os filhos de Deus, são mantidos sob seus cuidados; “Para que mameis, e vos farteis dos peitos das suas consolações”. versículo 13: “Como alguém a quem consola sua mãe, assim eu vos consolarei”; Há uma ilustração sobre estas coisas que somente os que são nascidos de novo reconhecem.

Quinto, normalmente há algo de semelhante entre um pai e seu filho; talvez o menino se pareça com seu pai, assim os que são nascidos de novo tem alguma semelhança, tem a imagem de Cristo (Gl 4) cada um que nasce de Deus tem algo das feições do céu sobre ele. Normalmente homens amam seus filhos que se parecem mais com eles; assim é Deus com seus filhos; por isso se chamam filhos de Deus. Mas outros não se parecem com Ele por isso se chamam filhos do diabo. Cristo descreve os filhos do diabo por suas feições; os filhos do diabo tem suas obras; todas as obras de injustiça são obras do diabo. Se você é terreno leva a imagem do que é terreno; se é celestial leva a imagem do que é celestial.

Sexto, quando um homem tem um filho o educa segundo seus padrões, o ensino dos costumes da casa de seu pai; assim é com os que são nascidos de Deus; tem aprendido os costumes da verdadeira Igreja de Deus, ali tem aprendido a clamar, (meu Pai e meu Deus!); eles se criam assim na casa de Deus; aprendem o método e a forma na casa de Deus para ajustar sua vida neste mundo.

Sétimo, filhos, é natural para eles depender de seus pais para tudo o que desejarem. Se eles querem um par de sapatos, vão até ele e dizem; se querem pão, vão até ele e dizem; assim devem fazer os filhos de Deus. Quer o poder da graça? Peça a Deus. Quer poder para resistir as tentações do diabo? Peça a Deus. Quando o diabo o tentar, diga isso ao Pai celestial, derrame suas queixas diante de Deus. Isto é natural para os filhos de Deus; se alguém lhe faz mal, eles vão e dizem isso ao seu pai; assim é com os que são nascidos de Deus, quando enfrentam tentações vão e dizem a Deus.”…
___________________________________________________________________
John BunyanJohn Bunyan’s Last Sermon – (Pregado em 19 de agosto de 1688)
Fonte – Providence Baptist Ministries
Tradução – Edimilson de Deus Teixeira