Justificados pela Fé

[Por: João Calvino]

Nós somos judeus por natureza, e não pecadores dentre os gentios.
Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.

[Gálatas 2:15-16]

“…Os Papistas podem debater sobre seu significado como animais tolos. “O que!”, dizem eles, “justificados pela fé? A fé não faz uma pessoa perfeita – como, então, pode ela nos justificar?” Eles não percebem que a justificação, da qual a Escritura fala, se refere ao ato de Deus cobrir os nosso pecados (como tenho dito) e, em virtude de sua morte e sofrimentos, cancelando-lhes em nome, e pelo nome, do Senhor Jesus Cristo. O que quer que outros possam dizer, está escrito que somos considerados justos aos olhos de Deus quando ele cancela e perdoa os nossos pecados. De fato, Paulo fala disso no quarto capítulo aos Romanos, onde diz: “Assim como Davi declara bem-aventurado o homem a quem Deus imputa a justiça sem as obras, dizendo: Bem-aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas, e cujos pecados são cobertos” (Rm 4:6-7Sl 32:1). Novamente, em outra passagem ele diz: “Pois ele o fez pecado por nós, aquele que não conheceu pecado“; (isto significa que ele recebeu toda a condenação devida a nós por nossos pecados), “para que nele fôssemos feitos justiça de Deus” (2 Cor 5:21). Assim, nós, sendo ligados e unidos a sua pessoa e seu corpo, somos considerados justos, porque sua obediência era tão perfeita que foi suficiente para limpar e remover os nossos pecados. Temos tratado agora com o significado do termo ‘justificação‘.”…
___________________________________________________________________
João Calvino – Justification is by Grace Alone (Justificação é somente pela Graça)
Fonte – Escola Teológica Charles Spurgeon
Tradução – Nelson Ávila