O testemunho de Deus acerca do homem

[Por: Horatius Bonar]

“…O divino testemunho acerca do homem é que ele é um pecador. Deus testemunha contra ele, não por ele; e testifica que “não há justo, nem sequer um”; que “não há quem faça o bem”; nenhum “que entenda”; nenhum que sequer busque a Deus, e, ainda mais, nenhum que O ame (Sl 14:1-3Rm 3:10-12). Deus fala ternamente do homem, mas severamente; como alguém com um forte sentimento pelas crianças perdidas, que, todavia, não fará acordos com o pecado, e “de maneira alguma suavizará a culpa”. Ele declara que o homem é um ser perdido, desgarrado, rebelde, “inimigo de Deus” (Rm 1:30); não um pecador ocasional, mas sempre um pecador; não um pecador em parte, com muitas coisas boas a seu respeito; mas inteiramente pecador, sem qualquer bondade para compensar; tão mal no coração quanto na vida, “morto em delitos e pecados” (Ef 2:1); um malfeitor, e portanto sob condenação; um inimigo de Deus, e portanto “debaixo da ira”; um transgressor da justa lei, e portanto sob “a maldição da lei” (Gl 3:10).

O homem caiu! Não este homem nem aquele homem, mas a raça inteira. Em Adão todos temos pecado; em Adão, todos temos morrido. Não é que algumas folhas têm desaparecido ou sido sacudidas ao chão, mas a árvore tem se tornado corrupta, raiz e ramo. A “carne”, ou o “velho homem” – isto é, cada homem que nasce nesse mundo, um filho de homem, um fragmento de humanidade, uma unidade no corpo caído de Adão – é “corrupto”. O pecador não leva meramente o pecado a diante, mas o carrega consigo, como seu segundo eu; ele é um “corpo” ou massa de pecado (Rm 6:6), um “corpo de morte” (Rm 7:24), não sujeito a lei de Deus, mas a “lei do pecado” (Rm 7:23). O judeu educado sob a mais perfeita das leis, e nas mais favoráveis circunstâncias, foi o melhor tipo de humanidade; de civilizada, polida e educada humanidade; a melhor espécie dos filhos de Adão; no entanto, o testemunho de Deus acerca dele é que ele está “debaixo do pecado”, que ele tem se extraviado e que ele está “destituído da glória de Deus”.”…
___________________________________________________________________
Horatius Bonar – O testemunho de Deus acerca do homem
Fonte –  Em defesa da graça
Tradução – Nelson Ávila
OUTRAS OBRAS