A obra do Espírito Santo

[Por: Theodore Beza]

“…Do mesmo modo que a pregação do Evangelho é um aroma de morte para os rebeldes que endurecem seus corações, é também aroma de vida para os filhos de Deus (2 Co 2:15,16). Não que a força e poder de salvar resida no som da palavra ou venha da energia de quem prega (1 Co 3:7,8). Mas o Espírito Santo, cujo ofício estamos descrevendo, usa a pregação como um tubo ou canal; Ele penetra na profundeza da alma, como o apóstolo fala (Hb 4:12; 1 Pe 1:23), com o propósito de dar, somente por Sua graça e bondade, entendimento aos filhos de Deus para os capacitar a perceber e compreender o grande mistério da sua salvação através de Jesus Cristo (At 16:14; Ef 1:18,19). Então, Ele também corrige seus julgamentos, para que eles aprovem, com sabedoria proveniente de Deus, aquilo que o sentido e a razão costumam achar loucura (1 Co 2:6-16). Além disso Ele corrige e muda suas vontades de tal maneira, que com afeição ardente, eles abraçam e recebem o único remédio que é oferecido em Jesus Cristo (Fp 1:29; At 13:48) contra o desespero no qual, sem ele, a pregação da Lei necessariamente os conduziria (Ef 2:1,4,5).”…
___________________________________________________________________
Theodore Beza – As Duas Partes da Palavra de Deus: Lei & Evangelho
Fonte – Monergismo