3º desígnio de satanás para levar a alma a pecar

[Por: Thomas Brooks]

para que não sejamos vencidos por Satanás;
Porque não ignoramos os seus ardís.” [2 Coríntios 2:10-11]

“…3° Desígnio. Diminuindo, minimizando o pecado.
Ah! Diz satanás, isso é apenas um pouco de orgulho, um pouco de mundanismo, um pouco de impureza, etc. Ah, diz satanás, é apenas um pecado muito pequeno que está te atentando. Você pode cometê-lo sem nenhum perigo para a sua alma.

1° Remédio. Considerar solenemente, que esses pecados nos quais somos aptos a contá-los como “pequenos”, trouxe sobre o homem a maior ira de Deus.
Como comer um fruto, fazer algumas coisas no dia do sabbath ou tocar a arca. Oh! A terrível ira que esses pecados trouxeram sobre as cabeças e os corações dos homens! O menor pecado é contra a lei de Deus, a natureza de Deus, O Ser de Deus e a glória de Deus. Portanto é punido severamente por Deus.

2° Remédio. Considerar que, dar lugar ao menor pecado, abre as portas para cometer os maiores pecados.
Aquele que, para evitar um grande pecado, comete um menor, mil vezes menor, mas Deus em Sua Justiça irá deixar aquela alma cair em um grande pecado. Satanás primeiro irá leva-lo a ser impuro em seus pensamentos, depois impuro em seu olhar, depois impuro em seu falar, e então impuro em suas práticas.

3° Remédio. Considerar que é triste pecar contra Deus por ninharias.
É a maior loucura do mundo se aventurar à ir ao inferno por questões pequenas. Quanto menor é a tentação ao pecar, maior é o pecado.

4° Remédio. Considerar que há grande perigo, sim, e em muitos casos, o maior perigo, nos menores pecados.
Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento leveda a massa toda?” (1 Co 5:6).

5° Remédio. Considerar que, outros santos tem escolhido sofrer os piores tormentos, do que cometer os menores pecados.
Assim vemos em Daniel e seus companheiros, que preferiram queimar ou ser comido por leões, do que se dobrarem diante do ídolo que Nabucodonosor tinha feito.

6° Remédio. Considerar que a alma nunca será capaz de permanecer debaixo da culpa e do peso do menor pecado, quando Deus prestar contas com a alma.
O menor pecado irá pressionar e afundar o mais vigoroso pecador tão para baixo quanto o próprio inferno, quando Deus abrir os olhos do pecador e fazer ele ver horrível imundícia e a abominável vileza que há no pecado!

7° Remédio. O sétimo remédio contra esse desígnio é, considerar solenemente, que há mais mal no menor pecado, do que na maior aflição.
O salário do pecado é a morte! (Rm 6:23).”…
___________________________________________________________________
Thomas Brooks – Precious Remedies Against Satan’s Devices
Fonte – Herança Puritana