O perdão de Deus – Uma força contra o pecado

[Por: Horatius Bonar]

“…Sob a lei e sua maldição, um homem trabalha para si mesmo e para Satã; sob a graça ele trabalha para Deus. É o perdão que leva um homem a trabalhar para Deus. Ele não trabalha a fim de ser perdoado, mas porque foi perdoado, e a consciência de que seu pecado foi perdoado o faz ansiar muito mais pela sua completa remoção como nunca antes.

Um homem não perdoado não pode trabalhar. Ele não tem a vontade, nem o poder e nem a liberdade. Ele está acorrentado. Israel no Egito não poderia servir ao Senhor. “Deixa ir o meu povo, para que me sirva.“, foi a mensagem de Deus a Faraó (Êxodo 8:1): primeiro a liberdade, e então o serviço. Um homem perdoado é o verdadeiro trabalhador, o verdadeiro mantenedor da lei. Ele pode, ele deseja, ele tem que trabalhar para Deus. Ele entrou em contato com a parte do caráter de Deus que aquece seu coração frio. O amor perdoador o constrange. Ele não pode fazer outra coisa a não ser trabalhar para Aquele que removeu os seus pecados para longe, assim como o leste está para o oeste. O perdão fez dele um homem livre e lhe deu um novo e o mais amoroso Mestre. O perdão, recebido livremente do Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, age como uma mola, um impulso, um estímulo da potência divina.”…
___________________________________________________________________
Horatius Bonar – God’s Forgiveness – a Strength Against Sin – (O Perdão de Deus – Uma Força Contra o Pecado)
Fonte –  Reforma e Razão
OUTRAS OBRAS