Head Covering – o argumento espiritual

[Por: João Calvino]

Portanto, a mulher deve ter sobre a cabeça sinal de poderio, por causa dos anjos.
[1 Coríntios 11:10]

“…Por este motivo, a mulher deve trazer em sua cabeça o sinal de poder.¹⁸ Dessa autoridade ele extrai um argumento¹⁹ em prol do decoro externo. “A mulher está submissa“, diz ele, “portanto deve usar o emblema de submissão.” No termo poder há um exemplo de metonímia,²⁰ posto que ele quer exibir um emblema por meio do qual a mulher declara que ela se encontra sob o poder de seu esposo; e tal emblema está na cobertura, seja um manto, um véu²¹ ou qualquer outra espécie de cobertura.²²

Há quem inquira se Paulo está fazendo referência somente à mulher casada, porquanto há aqueles que restringem o que Paulo ensina aqui, com base no fato de que isso não diz respeito às virgens, porquanto elas não estão sujeitas à autoridade de um esposo. No entanto, isso não passa de um equívoco, porquanto a visão de Paulo vai além, ou, seja, atinge a lei eterna de Deus, o qual criou o sexo feminino sujeito à autoridade dos homens. É dessa forma que todas as mulheres nascem, para que reconheçam sua inferioridade ao sexo masculino. Do contrário seria um argumento inconclusivo que Paulo extraiu da natureza, ao afirmar que, se uma mulher insiste em ter sua cabeça descoberta, então seria melhor rapá-la, e isso se aplica igualmente às virgens.

Por causa dos anjos. Esta passagem é explicada de diversas maneiras. Uma vez que o profeta Malaquias chama os sacerdotes de anjos de Deus [2:7], alguns acreditam que Paulo aqui está se referindo a eles. Não obstante, os ministros da Palavra em parte algum têm esse termo aplicado à sua pessoa sem que algo mais seja acrescido; além disso, esse sentido seria um tanto forçado. Portanto, eu o considero em seu sentido usual. Mas alguém poderia perguntar por que Paulo queria que as mulheres tivessem suas cabeças veladas por causa dos anjos. O que Isso tem a ver com eles? Alguns respondem que os anjos estão presentes quando os crentes se põem a orar, e são por isso espectadores de algum indecoro que furtivamente tiver ingresso em suas reuniões. Não obstante, que necessidade há de uma ideia tão engenhosa? Sabemos que os anjos estão em constante assistência, ainda mais sob Cristo como sua Cabeça, oferecendo-lhe seu ministério.²³ Quando, pois, as mulheres se aventuram a impor sua liberdade, ao ponto de usurpar o emblema de autoridade tornam manifesta sua vileza aos olhos dos anjos. Portanto, isso foi expresso à guisa de ampliação, como se ele quisesse dizer: “Se as mulheres descobrem suas cabeças, não somente Cristo, mas igualmente todos os anjos testemunharão tamanho ultraje.” E esta Interpretação se adequa muito bem ao propósito do apóstolo. Ele está tratando aqui da posição social que cada classe mantém. E ele diz que, quando as mulheres se põem numa posição mais elevada à que têm direito, elas granjeiam isto para si: põem a descoberto aos olhos dos anjos celestiais quão impudentes elas são.”…

Notas
18. Doit auoir sur la teste vne enseigne qu’elle est sous puissance.” – “Ela deve ter sobre sua cabeça um emblema de que ela está sob autoridade.”
19. ‘Vn argument et consequente.” – Um argumento e inferência.”
20. ‘II y a de mot à mot au Grec, La femme doit auoir puissance sur la teste. Mais au mot de puissance il y a une figure appellee metonymie.” – “No grego temos literalmente: A mulher deve ter poder sobre sua cabeça. Mas, na palavra poder há uma figura chamada metonímia.”
21. C’est la couuerture de teste, soit un chapperon, ou couurechel, ou coille, ou chose semblable.” – “É uma cobertura da cabeça, seja um capuz, ou um chale, ou uma coifa, ou algo desse gênero.”
22. O termo εξουσια (exousia) é considerado por Bloomfield como sendo o nome de um artigo do vestuário, do qual se faz menção em Rute 3:15 e Isaías 3:23, e consistia de “uma peça de roupa de uma forma quadriculada lançada sobre a cabeça e amarrada debaixo do queixo”. Granville Penn, em contrapartida, a considera como sendo nada mais que o (τι) κατα κεφαλης no terceiro versículo do capítulo – algo sobre a cabeça, ou uma cobertura sobre a cabeça, e nota que era algo notável, que na versão de Wiclif (1380) a tradução é a seguinte: “a mulher terá uma manta em sua cabeça“, o que o dicionário explica como sendo uma cobertura.
23. “Et sont tousiours à son commandement et seruice.” – “E estão sempre a suas ordem e serviço.”
___________________________________________________________________
João Calvino – Comentários 1 Coríntios (Cap.11)Editora Fiel, p.386-387
Outros Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s