Por que devemos orar em nome de Cristo?

[Por: Thomas Boston]

“…A razão disso pode ser relevada nesses dois elementos:

1. Não há acesso a Deus, para um criatura pecaminosa, sem um Mediador (Is 59:2): “Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça.Jo 14:6: “Eu sou o caminho, a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por Mim.” O pecado tem nos firmado numa distância de Deus, e tem o bloqueado a porta de acesso a Ele, e está além de nosso poder, ou de qualquer criatura, para abri-la a nós. Sua justiça rejeita o criminoso; sua santidade, a criatura impura, a menos que haja uma pessoa aceitável para ir entre Ele e nós. Nosso Deus é como um fogo consumidor, e por isso não há, para um pecador, acesso imediato a Ele.

2. E não há ninguém nomeado nem adequado para esse trabalho exceto Cristo (1 Tm 2:5). É só ele quem é nosso grande Sumo Sacerdote. Ninguém, exceto Ele, tem satisfeito a justiça pelos nossos pecados. E como Ele é o único Mediador da redenção, da mesma maneira Ele é o único Mediador da intercessão (1 Jo 2:1): “Se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o Justo.” O doce sabor de Seu mérito exclusivo é capaz de obter aceitação para nossas orações, indignas em si mesmas (Ap 8:3,4).”…
___________________________________________________________________
Thomas Boston – The Properties Of God’s Decrees Explained
Tradução – Cleber Olympio
Fonte – Militar Cristão
OUTRAS OBRAS