Na questão da adoração, Deus insiste em coisas pequenas

[Por: Jeremiah Burroughs]

“…Essas coisas parecem insignificantes e pequenas demais para nós, mas Deus insiste nelas quando o assunto é adoração, pois não há outra coisa em que se manifeste mais a prerrogativa de Deus do que na adoração. Os príncipes insistem muito em suas prerrogativas. Ora, Deus escreveu a lei da adoração natural em nosso coração. Mas existem outras coisas na adoração a Deus que não estão escritas em nosso coração, coisas que dependem unicamente da vontade de Deus revelada em sua Palavra, coisas que não seriam deveres se não tivessem sido reveladas nela. E elas são de natureza tal que não vemos razão nenhuma para existirem a não ser isto: Deus quer que seja assim. Existem muitos tipos de cerimônia para manifestar honra aos príncipes que não têm razão alguma de ser, mas são praticados unicamente por serem instituições civis assim ordenadas. Desse modo, Deus ordena algumas maneiras de honrá-lo que a criatura não entende, para as quais não vê razão de existir, mas são executadas apenas porque a vontade de Deus é que o sejam.

Deus insiste muito em coisas pequenas, mesmo que os homens pensem não fazer diferença entre usar este ou aquele fogo e se perguntem: “E daí? Este fogo não queima tão bem quanto aquele outro?”. Mas Deus insiste no assunto. E foi assim também com a arca. Quando Uzá apenas tocou a arca, que estava caindo porque os bois tropeçaram, nós pensamos que não foi uma coisa grande; mas um toque na arca lhe custou a vida. Não existe nada pequeno na adoração a Deus; ele insiste firmemente no assunto.

Quando se trata do sábado, o assunto se refere à adoração a Deus. O que é que tem um pobre homem juntar uns poucos gravetos no sábado? Mas Deus trata o assunto com firmeza. E assim também quando os homens de Bete-Semes só espiaram dentro da arca, isso custou a vida de uns cinquenta mil e setenta homens.¹ Quando se trata de algo santo, referente à sua adoração, ele não permitirá abusos de forma alguma. Aprendamos a prestar atenção às pequenas coisas que se referem à adoração a Deus, e a não pensar: “Puxa! Como essa gente é detalhista e preocupada com esse tipo de coisa sem importância!”. Se você ainda não é diligente nesse assunto, é porque ainda não compreende a natureza da adoração ao Criador. Deus é bom e mesmo assim insiste em coisas pequenas quando se trata da sua adoração.”…

¹ N. do E.: King James Version e Almeida Corrigida e Revisada (Corrigida Fiel).
___________________________________________________________________
Jeremiah Burroughs – Gospel WorshipOr The Right Manner of Sanctifying the Name of God in General. (Adoração Evangélica – Or Maneira Correta de Santificar o Nome de Deus em Geral) p. 27-29
Fonte: Projeto Os Puritanos
Outras Obras – AQUI