Violar o culto = prostituição espiritual

[Por: Jeremiah Burroughs]

“…É algo normal para as prostitutas pintar os seus rostos. Elas não estarão contentes com a sua beleza natural, mas são mais pomposas em sua aparência do que os castas matronas o são. Assim é com a prostituta da Babilônia. Quão gloriosos eles são em sua adoração? Que coisas esquisitas eles têm que fazer para externalizar sentimentos, não havendo a pureza do culto à Deus? Certamente, estas coisas profanam o culto a Deus. Comparem dois textos sobre isto. Isaías 44:9: “Todos os artífices de imagens de escultura são vaidade, e as suas coisas mais desejáveis são de nenhum préstimo”. Notem isto, as imagens dos idólatras são coisas desejáveis em sua estima, mas veja o que Deus diz delas, Ezequiel 7:20: “E a glória do seu ornamento ele a pôs em magnificência, mas eles fizeram nela imagens das suas abominações e coisas detestáveis; por isso eu lha tenho feito coisa imunda.” Eles as chamam coisas desejáveis, mas Deus as chama detestáveis. Mas, quando Deus fala de Suas próprias ordenanças, Ele diz que Ele põe a beleza de Seu ornamento em magnificência.“…
___________________________________________________________________
Jeremiah Burroughs – The Incomparable Excellency and Holiness of God (A incomparável Excelência e Santidade de Deus)
Fonte: A Puritans Mind
Tradução: O Estandarte de Cristo

Outras Obras – AQUI