A Ira e a Compaixão de Deus

“…Existe conforto a respeito de tais fraquezas, pois os seus pecados o movem mais à compaixão do que à ira […] toda a sua ira é voltada contra o seu pecado, para destruí-lo, mas a sua compaixão é aumentada para vocês, assim como o coração de um pai para com o filho que tem alguma doença repugnante, ou como alguém que tem um membro do seu corpo com lepra, mas não odeia o membro, pois é sua carne, mas a doença, e isso faz com que ele tenha ainda mais compaixão da parte afetada […] O objeto da compaixão é alguém a quem amamos e está em miséria. E quanto maior a miséria, maior é a compaixão pela pessoa amada. Agora, de todas as misérias, o pecado é a maior. E, enquanto vocês mesmos o consideram como tal, Cristo também o considerará como tal apenas por vocês. E ele, amando vocês, e odiando apenas o pecado, seu ódio todo cairá apenas sobre o pecado, para libertar vocês do pecado, da sua ruína e destruição, mas suas afeições serão mais intensas em relação a vocês […] Portanto, não temam, ‘Quem poderá nos separar do amor de Cristo?”…
___________________________________________________________________
Thomas Goodwin – The Heart of Christ Edinburgh, UK: The Banner of Truth Trust, 2015. pp. 155-156. Or The Works of Thomas Goodwin, Volume 4
Fonte: Alan Rennê
Outras obras AQUI