Os Salmos são Louvores Divinos

[Por: João Calvino]

Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.” [1 Coríntios 14:15]

Ao dizer: “Cantarei salmos“, ou cantarei, ele está falando em termos específicos e não gerais. Porque, visto que os salmos continham como seu tema os louvores divinos, ele usa “cantar salmos”³⁰ (ψάλλειν) em vez de bendizer ou dar graças a Deus. Pois em nossas orações, ou pedimos algo a Deus ou reconhecemos as bênçãos divinas derrama-das sobre nós.

Entretanto, deste versículo também deduzimos que naquele tempo o costume de cantar já se achava em vigor entre os crentes. Este fato é também estabelecido por Plínio que, escrevendo nos últimos quarenta anos, ou, seja, logo após a morte do apóstolo, nos conta que os cristãos tinham o hábito de cantar hinos a Cristo antes do crepúsculo?³¹ E de fato acredito que desde o início adotaram o hábito da Igreja judaica de cantar Salmos.”…

Notas
³⁰. A palavra original é ψαλώ – cantarei Salmos. É o mesmo verbo usado por Tiago [5:13], ενθνμεί τις; ψαλλέτω – “Está alguém alegre, então cante Salmos.

³¹. Carta de Plínio mencionada por Calvino (escrita em 107 d.C.) é apresentada em plena extensão (como traduzida pelo Dr. Lardner) na Introdução de Horne, vol. i. pp. 205, 206.
___________________________________________________________________
João Calvino – A instituição da Religião Cristã – Tomo 2, Volume 2 – Editora Unesp, p.661