Percepção Interior de Pecado e Senso de Miséria

[Por: Lewis Bayly]

“…Este senso e esta percepção se efetuarão em você pelos seguintes meios: primeiro, pela consideração dos seus pecados, principalmente, dos pecados ostensivos e graves, segundo as circunstâncias de tempo, lugar e modo (quando, onde e corno), e levando em conta as pessoas com as quais cada pecado foi cometido. Segundo, considerando a majestade de Deus contra quem foi cometido cada pecado, com esta agravante: você fez estas coisas contra Ele depois de Ele ter se tornado um Pai para você e lhe ter concedido tantas bênçãos preciosas! Terceiro, considerando as maldições com as quais Deus o ameaçou por seus pecados. Considere quão dolorosamente Deus afligiu outros pela mesma culpa que você carrega, e que nenhum recurso do céu e da terra poderia livrá-lo de sofrer condenação eterna por seus pecados, se o Filho de Deus não tivesse morrido amorosamente por você. Finalmente, considerando que, se Deus o ama, é preciso que Ele o castigue sem demora, com dolorosas aflições, a não ser que você O impeça por rápido e não fingido arrependimento.”…
___________________________________________________________________
Lewis Bayly – A Prática da Piedade. São Paulo: Editora PES, 2010. p. 292)