A Diferença da Visitação de Deus Sobre Réprobos e Escolhidos

[Por: John Knox]

“…Ó Senhor, na angústia te buscaram; vindo sobre eles a tua correção, derramaram a sua oração secreta.” [Isaías 26:16]

“…Pois bem, quando os homens, ouvindo qual o seu dever e sabendo o que Deus exige deles, começam lutar contra toda equidade e justiça, que outra coisa fazem, pergunto eu, senão declarar guerra contra Deus? Sim, quando eles receberam de Deus tão grande livramento que não podem negar que foi Deus mesmo que os visitou com Sua grande misericórdia, e, no entanto, continuam ímpios como antes, que merecem eles senão que, efetivamente, sejam entregues a um sentimento de réprobos, de forma que acabam correndo para a ruína tanto do corpo corno da alma? É quase incrível que os homens se enfureçam tanto contra Deus que, nem as pragas por Ele enviadas, nem a misericórdia demonstrada por Ele os conduzem ao arrependimento. Mas, como as Escrituras testificam de ambas, deixemos de nos admirar, e sim, creiamos firmemente nas coisas que têm estado bem presentes aos nossos olhos, embora muitos, cujos sentimentos os cegaram, não as possam ver.

Corno está escrito no Primeiro Livro de Reis, Acabe recebeu muitos benefícios notáveis das mãos de Deus, que o visitou de diversas maneiras: às vezes com Suas pragas, às vezes com Sua Palavra e às vezes com seu livramento misericordioso. Deus o fez rei e, por sua idolatria e a de sua mulher, Ele enviou uma praga de fome a todo o Israel.

Deus lhe revelou a religião verdadeira por meio do profeta Elias. Deu-lhe vários livramentos, mas um deles, muito especial, foi quando o orgulhoso Benadade sitiou Samaria, e, não contente por receber de Acabe, ouro,prata, filhos, filhas e esposas, também exigiu que fosse dada liberdade a seus servos para tomarem posse, a seu bel prazer, do que quer que fosse deleitável em Samaria. É certo que os seus anciãos e o povo não queriam que Acabe desse ouvidos ao orgulhoso tirano. Entretanto, quem lhe fez a promessa de livramento? E quem nomeou e pôs em ordem seu exército? Quem lhe garantiu a vitória? Unicamente o profeta de Deus, que lhe garantiu que, por meio dos servos dos príncipes das províncias, contando apenas 232 homens, ele derrotaria aquele grande exército, no qual havia trinta e dois reis com todas as suas forças. E aconteceu o que o profeta tinha dito: foi obtida a vitória, não só uma vez, mas duas, e isso pela misericordiosa visitação do Senhor.

Mas, como Acabe visitou Deus em resposta ao grande benefício recebido? Removeu a sua idolatria? Corrigiu sua esposa Jezabel, idólatra? Não; não vemos tal coisa. Mas, vemos que tanto ele como ela continuaram e aumentaram a iniquidade anterior. Mas, qual foi o fim disso? (1 Rs 22). A última visitação de Deus foi que os cães lamberam o sangue de Acabe e comeram a carne de Jezabel (2 Rs 9). Em poucas palavras podemos, então, entender a diferença que há entre a visitação de Deus aos réprobos e Sua visitação aos Seus escolhidos: os réprobos são visitados, mas, nunca se humilham verdadeiramente, nem se corrigem; os escolhidos, sendo visitados, soluçam e choram diante de Deus, clamando por misericórdia. Tendo-a obtido, eles engrandecem o nome de Deus e depois manifestam os frutos do arrependimento. Portanto, nós, que damos ouvidos aos juízos do nosso Deus, clamemos pela assistência do Seu Espírito Santo, rogando-Lhe que nos visite, quando quer que Lhe agradar fazê-lo, para que permaneçamos sob as Suas misericordiosas mãos, e, persistentemente, clamemos a Ele quando nos corrigir. E assim saberemos por experiência que os nossos clamores e as nossas queixas não foram em vão.”…
___________________________________________________________________
John KnoxAos Inimigos da Verdade. São Paulo: PES, 2013. p. 42-45.